sexta-feira, 25 de maio de 2012

Inaugurado novo canal que transmite valores para os jovens


        No último sábado, 19/05, foi inaugurado no youtube o canal “Buscando o Sentido”.  O foco do canal são adolescentes e jovens e o seu objetivo é transmitir valores, gerar questionamentos sobre temas atuais e propor soluções concretas para mudar o mundo.  Os vídeos sempre terão legendas em espanhol em inglês, para que possam chegar a mais jovens no mundo. O canal é uma iniciativa do Movimento de Vida Cristã (www.vidacrista.org.br).
       O primeiro vídeo do canal é sobre as redes sociais, que pode ser conferido em www.youtube.com/watch?v=pCy1ZjKJO0s. O vídeo aborda as vantagens e os seus riscos, na utilização dessas redes, como por exemplo, fazer novas amizades, e a possibilidade de estar conectado com muita gente. Ao final, o vídeo propõe como usar melhor as redes sociais.
         Segundo os idealizadores do canal, Gilberto Cunha e Michell Lima, o canal quer atingir o público jovem, por meio de uma linguagem mais informal, para transmitir valores humanos e gerar uma atitude mais analítica perante os acontecimentos atuais. “Nosso objetivo é que os jovens possam ser críticos e busquem mudar o mundo”, disse.
Sobre o nome dado ao canal, “Buscando o Sentido”, Michel Lima explica no vídeo de apresentação, em www.youtube.com/watch?v=CrxCsfY7BLE.
        Ainda de acordo com Michell Lima, o canal é será uma ferramenta para tornar os jovens atores ativos na sociedade. “A gente quer encontrar o sentido de tantas coisas que acontecem no dia a dia, só que a gente muitas vezes não se pergunta, se é bom, se é ruim, se vale a pena ou não. Já chega de fazer as coisas só por fazer, de engolir tudo o que as pessoas falam, de gostar de tudo o que a maioria das pessoas gostam”, defende.
        Uma das intenções dos idealizadores, é incentivar que os jovens tenham a iniciativa de promover mudanças. “a gente tem que fazer alguma coisa para melhorar. Não adianta nada perceber as coisas, criticar e não fazer nada para melhorar”, finaliza.
Assista o Vídeo Abaixo

Fonte: Portal CNBB

Nenhum comentário:

Postar um comentário